Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Jovem confessa que matou ex-presidiário por ser membro de facção rival

O principal suspeito de matar o ex-presidiário Carlos Eduardo da Silva, de 33 anos, foi preso na manhã desta sexta-feira (16) em uma residência localizada a cerca de 500 metros da casa onde o crime foi praticado em Araguaína.

Carlos Eduardo foi morto a tiros no Setor Monte Sinai na madrugada desta quinta-feira (15), cerca de 15 dias após ter deixado a prisão.

Identificado como Luís Fernando Borges da Costa, de 18 anos, o autor confessou o crime na delegacia e disse que a motivação do crime é o fato de a vítima supostamente pertencer a uma facção criminosa rival à sua.

Além disso, Luís Fernando passou na frente da casa da vítima antes do crime e fez o símbolo de uma facção na direção de Carlos Eduardo, imaginando que seria um amigo. No entanto, o homem de 33 anos afirmou que iria ‘comer’ os dedos do jovem.

A prisão foi realizada pela Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e contou com o apoio do serviço de inteligência da Polícia Militar. Os agentes também cumpriram mandado de busca na residência de Luís Fernando, mas a arma utilizada no crime não foi localizada.

Quando menor de idade, o autor já teve passagem por ato infracional análogo a roubo. Ele está recolhido na Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA).

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))