Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Governador recebe líder indígena Sônia Guajajara e debate Maranhão Verde


Flávio Dino recebeu a líder indígena Sônia Guajajara no Palácio dos Leões (Foto: Brunno Carvalho)

O governador Flávio Dino recebeu nesta quinta-feira (8), no Palácio dos Leões, em São Luís, a visita da líder indígena brasileira Sônia Bone Souza Silva Santos, mais conhecida como Sônia Guajajara.

Originária do povo Guajajara/Tentehar que habita a Terra Indígena Arariboia, no Maranhão, Sônia Guajajara é uma das principais vozes em defesa do meio ambiente e dos direitos indígenas no atual cenário político brasileiro. Sônia ganhou destaque nacional em 2018, ao se tornar a primeira mulher indígena candidata a vice-presidente do Brasil, na chapa do então candidato a presidente, Guilherme Boulos.

Durante o encontro com o governador, um dos temas em destaque foram os avanços obtidos com o Eixo Indígena do programa Maranhão Verde, iniciativa estadual que visa fomentar e desenvolver projetos voltados à conservação e recuperação ambiental, promovendo a elevação de renda de populações vulneráveis.

O Eixo Indígena do programa, por sua vez, é voltado à produção alimentar e conservação ambiental das terras indígenas do Estado do Maranhão. No início de 2021, foram iniciadas as entregas dos cartões de fomento do programa, para investimentos em projetos produtivos como roças agroecológicas, criação de animais de pequeno porte e processamento de produtos agroextrativistas.

Para Sônia Guajajara, o Maranhão Verde – Eixo Indígena é uma iniciativa essencial, especialmente dentro do contexto de crise econômico-sanitária, decorrente da pandemia de Covid-19.

“Uma ação muito necessária e chegou na hora certa nesse contexto da pandemia, onde o povo estava muito ansioso para poder ter segurança alimentar e o Maranhão Verde atende um pouco dessa demanda de segurança alimentar e de apoio às iniciativas que estavam paradas, como casa de farinha, criação de pequenos animais. O Maranhão Verde chegou para atender essa necessidade que estava aí já há muito tempo esperando. O povo está querendo que o Maranhão Verde se amplie mais ainda, para atender mais outras 1.000 famílias”, disse a líder indígena.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))