Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Comandante pede agilidade na construção da sede do Corpo de Bombeiros

A execução do projeto construtivo da nova sede começou ano passado e a expectativa é de conclusão em dezembro

O canteiro de obras da futura sede do Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar recebeu visita de inspeção na manhã desta terça-feira, 15, do coronel Reginaldo Leandro da Silva, comandante geral da corporação. A ocasião serviu para ver o que já foi feito e também de cobrança por mais agilidade no andamento nos trabalhos.

As obras de construção começaram ano passado e foram lançadas pelo governador Mauro Carlesse. Orçada em mais de R$ 12 milhões, a futura sede está localizada na Avenida JK, nas proximidades do Capim Dourado Shopping. E já é considerada como o novo cartão postal da Capital.

“Essa visita é realmente a busca por agilidade”, afirmou o coronel, reconhecendo as dificuldades impostas pela pandemia da covid-19. “Mas agora, é hora da obra deslanchar, tomar ritmo e seguir o cronograma de execução e assim podermos concluí-la até dezembro”, completou.

O comandante esteve no local com o tenente-coronel José Domingos Alves Filho, atual comandante do QCG, do major Pedro Victor Dias Machado Zerbini Leão, Fiscal do Contrato da Obra, e da engenheira civil Ana Carolina, do governo do Tocantins. Todos os pontos do canteiro foram inspecionados, com acompanhamento de Edmar Ribeiro Neto, sócio da empresa Design Engenharia.

A fundação e a instalação da estrutura metálica, as duas etapas mais difíceis do projeto, já estão praticamente prontas. Segundo o coronel Leandro, assim sendo, “daqui pra frente a execução da obra vai acelerar”.

“Por aqui é a chegada em Palmas, para quem vem de Paraíso do Tocantins. Vai ficar uma obra muito bonita, toda espelhada, digna de um estado novo, de uma corporação nova, com uma sede nessa magnitude”, disse o coronel Leandro.

A nova sede tem terreno de 42.750 metros quadrados. Já o projeto construtivo é dividido em três pavimentos, sendo: o térreo de 1.109.76 metros quadrados, o 2º pavimento de 1.113.51 metros quadrados e o 3º pavimento de 1.096.86 metros quadrados. A parte administrativa totaliza 3.320.13 metros quadrados.

Há ainda a Guarita/alojamento, com mais 237.66 metros quadrados. Essa ala está em outra parte do projeto e sua execução é em 100% alvenaria, enquanto com o QCG tem espelhamento, estrutura metálica e repartições das salas em drywall.

Ajustes

Ao relatar sobre o ritmo da obra, Edmar Neto argumentou que o processo licitatório foi rápido e a empresa precisou se adequar na execução do projeto. “Depois da licitação, passamos um tempo reavaliando o projeto. Foi onde ocasionou um pouco da demora do início de obras, mas agora está a todo vapor. A previsão é para entregar em dezembro, ou no máximo em janeiro”, concluiu Edmar.

Luiz Henrique Machado/Tocantins

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))