Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Promotor de Justiça visita idosa que era submetida a maus tratos

Visualização da imagem

O Ministério Público do Maranhão, por meio do titular da 16o Promotoria de Justiça de Defesa do Idoso, José Augusto Cutrim Gomes, realizou, na manhã desta quinta-feira, 13, uma visita à casa da idosa Maria das Graças, 75, que foi submetida, no Rio de Janeiro, a tratamento análogo à escravidão.

A visita também foi acompanhada pela coordenadora da política estadual do Idoso da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular, Deborah Jatahy; por Isabel Lopez, da Defensoria Pública; pelo presidente do Conselho Estadual dos Direitos do Idoso, Clécio Sandro Leite Silva, e por Ilka Brandão, coordenadora Municipal dos Direitos do Idoso.

De acordo os representantes dos órgãos, ficou comprovada a melhoria das condições de vida da idosa, que atualmente vive com familiares no bairro da Liberdade. Também será feito um levantamento junto ao órgão competente para a recuperação da aposentadoria recebida em nome de Maria das Graças, mas que foi suspensa enquanto ela ainda vivia no Rio de Janeiro.

De acordo com o promotor Augusto Cutrim, a idosa será inserida em programas sociais. Além disso, os relatórios sobre a situação atual de Maria das Graças serão encaminhados à Polícia e ao Ministério Público do Rio de Janeiro.

CASO

Em abril deste ano, Maria das Graças, que morava há 52 anos no Rio de Janeiro, foi resgatada de uma situação de maus tratos em que vivia nos últimos 20 anos.

A situação só foi denunciada quando a sobrinha da vítima, que já procurava a idosa, conseguiu o endereço de Maria das Graças, que vivia com outra idosa em uma casa da Zona Oeste da cidade. A idosa, então, foi encontrada em uma situação de debilidade física.

Fonte: CCOM-MPMA

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))