Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Curso do SENAR é sucesso entre produtoras rurais do município de Barrolândia.

Doces e compotas podem gerar mais renda no campo.

Trabalhadoras e produtoras rurais do município de Barrolândia, na região central do Estado, participaram de uma ação do Senar Tocantins que está abrindo os olhos de quem vive no campo para novas oportunidades de negócio. Elas participaram do curso de “Trabalhador na Produção de Doces, Compotas e Frutos Cristalizados”, promovido pelo Sistema Faet/Senar e ficaram entusiasmadas com o resultado do treinamento.

A produtora Vayrene Milhomem da Silva é agricultora familiar, proprietária de uma agroindústria na região. Ela e a família trabalham desde a produção e o processamento até a comercialização dos produtos em feiras livres. Também fazem entregas domiciliares e no comércio da região.

Apesar do sucesso de seu negócio, ela pontua que tinha necessidade de passar por um curso para atender outras demandas cobradas por seus clientes: “Meu sonho era fazer esse curso de doces cristalizados, é um produto que quase ninguém desenvolve por aqui. Já perdi muitas vendas por não saber produzir”, disse a produtora. Segundo ela, a produção de doces cristalizados e compotas vai agregar valor ao seu negócio e elevar a renda da família.

O curso teve aulas práticas e teóricas e abordou temas como higiene do manipulador, dos utensílios e do ambiente, microbiologia de alimentos, tecnologia adequada à fabricação de compotas, rotulagem, embalagens adequadas a cada tipo de produto e conservação dos produtos.

Além disso, as alunas aprenderam a tecnologia de fabricação de frutas cristalizadas, com o objetivo de melhorar a qualidade e a eficiência na produção caseira de doces e compotas. No treinamento, também passaram por todas as etapas do processo de produção, como a definição do valor nutricional dos alimentos, seleção dos frutos e equipamentos, pesagem, preparo e dicas para uma comercialização que contemple os custos de produção e também da mão de obra empregada.

As técnicas podem ser aplicadas na produção para o próprio consumo, e para comercialização dos produtos produzidos, uma vez que o mercado está cada vez mais competitivo.

Quem participa sai preparada para produzir os doces tanto para o consumo da família ou para vender e ganhar dinheiro “, comentou a instrutora Patrícia de Oliveira Ribeiro. Segundo ela, os fabricantes de doces caseiros que produzem com qualidade têm mercado garantido, além disso, a capacitação tem o poder de aumentar as perspectivas de renda da família.

Assessoria de Comunicação Sistema FAET/SENAR

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))