Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Estados da Amazônia Legal dialogam sobre ampliação do apoio da ONU

Nesta terça-feira (26), o governador Flávio Dino presidiu a reunião do Consórcio da Amazônia Legal, que tratou sobre a proposta de criação de um Fundo Multidoadores das Nações Unidas para o desenvolvimento sustentável na Amazônia Legal brasileira.

Governadores, vice-governadores, secretários e representantes dos estados da Amazônia Legal participaram do diálogo com Niky Fabiancic, coordenador residente da ONU no Brasil.

O coordenador da ONU dialogou sobre uma proposta socioeconômica de médio e longo prazo, que tem como objetivo contribuir com o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal.

“Gostaria de compartilhar o que temos realizado e analisado sobre de que maneira a cooperação internacional deseja apoiar os estados”, assegurou o coordenador da ONU.

A proposta apresentada pelos representantes da ONU trata da criação de um Fundo Multidoadores que tem como objetivo financiar uma resposta coordenada para acelerar o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal, de forma integrada e cooperativa, considerando oportunidades e desafios regionais.

Economia verde, integração regional, governança territorial e ambiental, gestão e governança pública são alguns dos eixos de desenvolvimento do Consórcio.

“Vamos avançar prioritariamente na temática do Fundo apresentado pela ONU. Ele atende à demanda prática das sociedades locais, do empresariado, das estruturas públicas, uma vez que ele permite que esse interesse internacional mundial sobre a temática da Amazônia se materialize em parcerias. São importantes alianças que mobilizam recursos, talentos e capacidades para que possamos impulsionar boas práticas e ao mesmo tempo continuar combatendo atividades ilegais que não interessam ao nosso país, aos produtores, à nossa agricultura”, disse o governador do Maranhão, presidente do Consórcio da Amazônia Legal.

O Fundo tem como objetivos: fornecer um instrumento financeiro que mobilize fundos de parceiros internacionais para transformar a Amazônia Legal em uma região competitiva, integrada e sustentável até 2030; assegurar a apropriação nacional, com as prioridades nacionais e regionais definidas pelo Consórcio e disponibilizar aos governos do Consórcio a capacidade e o trabalho existente das Nações Unidas para a promoção da visão integrada do desenvolvimento sustentável.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))