Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Sem Cerimônia oficial: Vereadores de Imperatriz são diplomados pelo TRE

O novo quadro formado, que irá legislar na Câmara Municipal de Imperatriz, eleito no último pleito municipal, foi diplomado este ano sem realização de sessão solene presencial, virtual ou híbrida. Os diplomas foram disponibilizados por um sistema no site do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) na última quinta-feira, 17 de dezembro. Esse formato se tornou necessário pela primeira vez, devido ao distanciamento imposto pelo novo coronavírus.

Em razão da pandemia, os TREs do país foram orientados pela Justiça Eleitoral a realizarem cerimônias online ou da forma que achassem melhor. Cada um escolheu a data, e o prazo limite terminou na sexta-feira (18). Todos os eleitos que apresentaram suas contas de campanha eleitoral até o dia 15 de dezembro, estavam habilitados.

Nesta etapa do processo eleitoral, a Justiça reconhece os eleitos pelo voto popular, condição para a posse que acontece no primeiro dia de 2021.

Receberam a habilitação (por ordem de votação): Terezinha Soares (REPUBLICANOS); Adhemar Freitas Jr (SOLIDARIEDADE); Bebé Taxista (AVANTE); Ricardo Seidel (PSD); Flamarion Amaral (PCdoB); Alex Silva (PL); Aurélio (PT); Paulinho Lobão (DEM); Rubinho (PTB); Pimentel (DEM); Cláudia Batista (PTB); Carlos Hermes (PCdoB), Fábio Hernandez (PP); Renê Sousa (PTB); João Silva (MDB); Berson do Posto (SOLIDARIEDADE); Buzuca (DEM); Johny Pan (PL); Zesiel Ribeiro (PSDB); Manchinha (PSB) e Alberto Sousa (PDT). Estes irão compor a Câmara Municipal nos próximos 4 anos. Também receberam seus títulos, os primeiros e segundos suplentes.

DIPLOMAÇÃO

O ato da diplomação encerra o processo eleitoral e habilita os eleitos a tomarem posse nos seus respectivos cargos. É o rito que a Justiça Eleitoral atesta quem são, efetivamente, os eleitos.

O novo formato foi adotado em sintonia com a série de medidas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para preservar a saúde dos eleitores, mesários e candidatos das eleições de 2020. Segundo o Código Eleitoral, no diploma está o nome do candidato, a indicação da legenda sob a qual concorreu, o cargo ou a sua classificação como suplente. Todos os que se sagraram vitoriosos nas urnas receberão o diploma de forma segura e diferenciada.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))