Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Governo recebe autorização para privatizar aeroportos do Maranhão

O Tribunal de Contas da União aprovou um estudo voltado ao processo de desestatização de aeroportos do país, entre eles os de São Luís e Imperatriz

Na última terça-feira (08), foi aprovado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) um estudo voltado ao processo de desestatização de vários aeroportos ao redor do país. O estudo, da área de viabilidade técnica, econômico-financeira e ambientais (EVTEA), busca analisar o desempenho das empresas.

Ao total, seriam 22 aeroportos (responsáveis por 11,1% do mercado nacional) que passariam por esse processo de desestatização, entre eles os aeroportos situados em São Luís (Hugo da Cunha Machado) e em Imperatriz (Renato Cortez Moreira).

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) foi recomendada a analisar o desempenho, o qual consideraria a maneira com as empresas trabalham para eles, utilizando critérios de análise.

Nas próximas contratações não incluiriam a participação da Empresas Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), como já havia ocorrido nos últimos dois anos.

Os 22 aeroportos passariam também por um processo de serem leiloados, distribuídos entre as regiões Sul, Norte e Centro-Oeste. Entre eles estão os das cidades:

de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Navegantes (SC), Londrina (PR), Joinville (SC), Bacacheri (PR), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS), formando o Bloco Sul; de Goiânia/GO, São Luís (MA), Teresina/ (PI), Palmas (TO), Petrolina (PE) e Imperatriz (MA), formando o Bloco Central;
de Manaus/AM, Porto Velho/RO, Rio Branco (AC), Cruzeiro do Sul (AC), Tabatinga (AM), Tefé (AM) e Boa Vista (RR), formando o Bloco Norte.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))