Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Artigo do “Dia do Radialista” com duas comemorações

Dia 7 de novembro é o Dia do Radialista. Aquele definido por lei, uma homenagem ao compositor, músico e radialista Ary Barroso, que nasceu em 7 de novembro de 1903. Porém, muito antes da oficialização, em 2006, os radialistas definiram seu dia como 21 de setembro, como lembrança da lei que fixava seu salário base, criada em 1943.

Neste ano de pandemia, em meio a tantas perdas, há muitas razões para que os profissionais de rádio façam duas comemorações.

Um recente estudo da Kantar Ibope Media, o Inside Radio, mostrou a prevalência no meio nas casas brasileiras.

Nas 13 regiões metropolitanas pesquisadas, o rádio é ouvido por 78% da população, atingindo públicos de todas as classes sociais e faixas etárias. Em todas as regiões do Brasil, o consumo diário de rádio ultrapassa quatro horas diárias.

As empresas também veem a importância do meio, com as 25 marcas mais valiosas do País anunciando no rádio em 2020. Dentre os 5.200 anunciantes e 6.283 marcas, quase metade são exclusivos de rádio.

Para o rádio, este ano foi de desafios, mas também de oportunidades. Um ano de reconhecimento: da importância do meio e dos trabalhadores que garantem a qualidade do conteúdo e a veracidade da informação.

Aos radialistas, a Federação Nacional das Empresas de Rádio e TV (Fenaert) deixa uma homenagem pelo trabalho duro e incansável.

Pela companhia em todas as horas, do café da manhã ao caminho de volta para casa depois de um dia longo.

Tenho certeza que, nos anos que estão por vir, continuaremos tendo inúmeros motivos para comemorar os dias dos radialistas e agradecer por tudo que fazem.

Guliver Leão

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))