Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

O “Dia de Finados” neste 2020, tem mais um significado abrangente

Em um ano marcado por diversas mortes, muitas atribuídas ao coronavírus, o Dia de Finados tem um significado ainda mais abrangente

No dia 1º de novembro, é comemorado o Dia de Todos os Santos, quando, na tradição da Igreja Católica, se reza por todos aqueles que se foram em estado de graça. É no dia 1º de novembro que os fieis rezam por todos os santos, os mais conhecidos e os menos conhecidos.

O dia seguinte, 2º de novembro, é a data que se reza por todas as outras pessoas que já partiram.

Este ano, marcado por diversas mortes, só pelo Covid-19 já são até o momento 159.909 mil óbitos no Brasil, o Dia de Finados tem um significado ainda maior, como lembra o Padre Jadson Borba e Silva, Coordenador Arquidiocesano da Ação Evangelizadora Missionária e Pároco da paróquia Nossa Senhora da Penha: “O Dia de Finados este ano traz um sentimento mais profundo, pois tivemos, devido a pandemia, a impossibilidade de velar muitos irmãos e irmãs”.

A data, segundo o Padre Jadson, passou a ser atribuída ao dia 2º de novembro em nosso calendário a partir do século XVIII, mas existem relatos do Dia de Finados desde o século V.

O Dia de Finados remonta a tradições bem antigas, no livro de Tobias, por exemplo, no capítulo 12, versículo 12, diz: “Pois bem, quando oravas, tu e Sara, eu apresentei o memorial da vossa prece na presença da claridade do Senhor. Da mesma forma o fiz, quando sepultavas os mortos.”, o que comprova a existência desse costume anteriormente.

Mas atenção, o Dia de Finados não é uma data de celebração, e sim uma data na qual devemos homenagear aqueles que já se foram.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))