Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Governo vistoria construção de escola e anuncia reformas de centros de ensino

A comunidade escolar do município de Codó, a 304 km de São Luís, receberá, em breve, mais unidades de ensino requalificadas pelo Programa Escola Digna, do Governo do Estado.

Os investimentos serão nos Centros de Ensino Lúcia Bayma, Colares Moreira e Luzenir Mata Roma, perfazendo um montante de R$ 7,4 milhões que resultarão na construção e reforma, respectivamente, dessas escolas da rede pública estadual de ensino.

A tradicional escola Lúcia Bayma, da rede pública estadual de ensino, ganhará um novo prédio e será uma escola de educação em tempo integral. Para essa obra, o Governo do Estado investirá R$ 2 milhões. Nesta sexta-feira (30), o Secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, vistoriou as obras de construção da escola, que estão em fase de conclusão. A escola possui 870 estudantes matriculados e uma das melhoras notas do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) do Estado, com 4,3.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, ressaltou que as escolas dignas em Codó representam o compromisso do Governo do Estado com a educação dos codoenses, atendendo reinvindicações históricas da comunidade escolar. “Vim, em nome do governador Flávio Dino, trazer essas boas notícias para a comunidade escolar de Codó, como a retomada das obras do prédio que sediará o Lúcia Bayma, uma escola com bom desempenho no IDEB e demais indicadores educacionais, a reforma do Centro de Ensino Luzenir Mata Roma e revitalização do Colares Moreira, escolas de Ensino Médio importantes para formação dos codoenses”, realçou Camarão.

A gestora geral do Lúcia Bayma, Erismar da Silva Souza, destaca que o momento atual é o início da realização de um sonho e explica o motivo. “Essa escola construída e efetivamente funcionando, irá pôr fim a um problema que anualmente nos aflige, que é a inundação da escola pelo rio Itapecuru, fazendo com que tenhamos que nos deslocar. Os meses de março e abril sempre ficamos aflitos e atentos, procurando onde alojar mobília, carteiras, livros e documentos essenciais para a escola. Esse pesadelo está com os dias contados”, contou.

Erismar da Silva acrescentou que a escola é reconhecida pela comunidade codoense pelo trabalho realizado, com premiações para alunos e gestores. “Diversos alunos que ingressaram em cursos superiores em universidades públicas e particulares, embora sempre utilizando um prédio limitado. Sabemos que não é o prédio que faz a escola cumprir sua função de escola, contudo, um belo e novo prédio é muito importante, além de fazer muito bem a autoestima. A escola Lúcia Bayma merece, a comunidade merece, a cidade de Codó merece e todos nós estamos gratos ao Secretário Felipe Camarão e ao nosso governador Flávio Dino”, desatacou.

O secretário Felipe Camarão também vistoriou o Centro de Ensino Luzenir Mata Roma, que será totalmente recuperado pelo Escola Digna, com investimentos da ordem de R$ 4,6 milhões, que irão garantir a requalificação de toda estrutura física do prédio e uma quadra poliesportiva para os estudantes. Já o CE Colares Moreira, também será revitalizado com aproximadamente R$ 800 mil.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))