Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Campanha busca romper ciclo de violência contra mulher em Imperatriz

A campanha que ganhou o nome de “Salve-Marias” tem como objetivo incentivar as mulheres para denunciarem seus agressores.

Só no mês de outubro, foram concedias 65 medidas protetivas para mulheres vítimas de violência em Imperatriz. Em todo o estado, as delegacias especializadas estão em campanha para incentivar mulheres a romperem esse ciclo de violência.

A campanha que ganhou o nome de “Salve-Marias” tem como objetivo incentivar as mulheres para denunciarem seus agressores antes que a situação se torne insustentável e ela se torne uma vítima do feminicídio.

A denúncia deve ser alternativa de segurança para a vítima e a porta para uma série de recursos de proteção, como o distanciamento e a punição do agressor, o apoio jurídico e amparo psicológico.

A delegada da mulher Verônica Serra conta que são desenvolvidas ações enérgicas de fiscalização das medidas protetivas, que são requeridas na delegacia da mulher.

“Estamos desenvolvendo toda essa ação no estado para trazer a sociedade ao centro desse debate, para cada vez mais ressaltar a importância de combater a violência contra a mulher”, ressalta a delegada.

Ainda de acordo com a delegada, a mulher que sofre com violência doméstica em Imperatriz, pode contar com a Polícia Militar, através da patrulha Maria da Penha, com o atendimento psico social que é prestado pela Casa da Mulher Maranhense e demais órgãos que compõe a rede de fortificação ao combate da violência contra a mulher.

Do G1 MA

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))