Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Padre é suspenso por celebrar a missa rejeitando Francisco como Papa

Todos os padres, na chamada oração eucarística da missa, depois da consagração, recordam do papa atual e o bispo de sua diocese. Todos não, o padre Jeremy Leatherby substitui, de forma consciente, o papa Francisco pelo pontífice emérito, Bento XVI, seu predecessor. Este fato supôs uma suspensão em seu ministério, tal como informou o jornal “The Sacramento Bee”.

A reportagem é de Mateo González Alonso, publicada por Vida Nueva, 10-08-2020. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo.

A suspensão foi aplicada pelo bispo de Sacramento, Jaime Soto, na última sexta-feira, 07-08. Antes de chegar a esta medida, o padre manteve-se negando a legitimidade do atual Papa. “Substituiu o nome do Santo Padre pelo de seu predecessor, e omitiu meu nome durante a recitação da Oração Eucarística ao ofertar a missa”, apontou o bispo Soto no comunicado, no qual informa a decisão.

“Muitos dos que se uniram a mim, defendem, como eu, que Bento segue sendo o único Papa verdadeiro”, escreveu Leatherby depois de sua suspensão. Para o bispo, o padre “já não está em união com a Igreja sobre a qual Bergoglio reina”, o que supõe a excomunhão. Enquanto Leatherby não parece estar preocupado: “Estou buscando uma dispensa do estado clerical nessa Igreja. Já não quero estar filiado a ela através de laços canônicos”, escreveu.

Suspensões anteriores
Antes deste enfrentamento com a hierarquia, Leatherby foi acusado, em 2016, de ter rompido suas promessas sacerdotais. Na ocasião, não cumpriu com a suspensão preventiva que lhe foi imposta. Nas últimas semanas também foi notório seu descumprimento das medidas frente ao coronavírus, chegando a reunir aos domingos até 350 pessoas, já que fechar o templo, para ele, era “violar a lei da Igreja”.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))