Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

José Carlos: “A cidade está apavorada com as atitudes dessa gestão”

O presidente da Câmara Municipal Jose Carlos Soares fez duras críticas aos posicionamentos do executivo que alega estar lutando contra criminalidade e diminuição de acidentes, mas na verdade só prioriza tributos e arrecadação.

Diz que não há como acreditar que a prefeitura colocou pardais para dar segurança aos imperatrizenses, pois transformou avenidas expressas em vias de baixa velocidade, cheias de pegadinhas, em que os carros não podem ultrapassar 30, 40km/h – mesmo com o sinal verde – pegam multa. Agora os motoristas estão mais preocupados em não serem multados do que em guiar os carros. Uma desonestidade sem tamanho com a população.

“A cidade está apavorada com esse executivo, pois estão multando e punindo os moradores. A gestão diz que faz isso por que se preocupa com vidas; enquanto o socorrão está lotado com vítimas há mais de vinte dias esperando um médico ou, casos com uma semana agonizando sem UTI. Uma das maiores demagogias apresentadas para justificar a instalação de uma indústria de multas das mais vergonhosas que já se viu.

Fazem publicidade e campanhas falsas com dados inventados, mas deveriam dizer que o videomonitoramento seria para multar e não para dar segurança se não houvesse intervenção da Câmara”.

O Presidente informa que a população precisa saber de quem é a culpa por tanta coisa ruim. O executivo fez decreto para transformar a cidade toda em Zona Azul, foi derrubado. Fez um decreto menor, que também foi derrubado, mas agora ganhou na justiça o direito de implantar em fim de mandato e à força, um contrato de 10 anos. Já abriu dezenas de ações contra o parlamento e nunca chamou o legislativo para discutir a cidade. Joga o povo contra os parlamentares.

“Está utilizando o dinheiro do FUNDEF e no afã de se reeleger está mexendo nas escolas às pressas. Em fim de mandato vemos o povo desesperado com tantas medidas maldosas. Inverdades, umas atrás das outras e ilusões para justificar a falta de honestidade. É a inversão de prioridades dessa gestão. Insensível, indecente, violenta, sem diálogo. Todo mundo é irresponsável, bandido e criminoso para essa gestão. R$ 5 milhões de internet que poderiam ser usados na saúde; R$ 8 milhões em pardais que poderiam ir para infraestrutura. Obras minúsculas e pontuais tentam mudar o quadro usando a máquina pública e agora em tempo de pandemia criam mais uma forma de massacrar a população”.

José Carlos completou dizendo que o atual executivo não tem os cuidados necessários para com os imperatrizenses e nem enxerga as necessidades do município.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))