Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Tiros no “Réveillon de Canaã do Carajás” atingem três, e mata maranhense de Miranda do Norte

A vítima fatal tinha 21 anos e morava em Parauapebas

Os primeiros minutos do ano de 2020 no município de Canaã dos Carajás foram marcados por muita violência. O que era para ser uma festa organizada pela Prefeitura, com a participação de uma das atrações musicais mais “estouradas” do momento no Brasil, a banda Os Barões da Pisadinha e uma belíssima queima de fogos, infelizmente terminou em tragédia.

Era por volta das 00h40 da manhã desta quarta-feira (1), quando uma multidão se encontrava nas proximidades do Bosque Gonzaguinha, participando do Réveillon 2020, quando um homem acabou sacando uma arma e fazendo os disparos de pelo menos quatro tiros, atingindo três pessoas.

Infelizmente, os tiros acabaram atingindo e matando um homem de 21 anos de idade, identificado como Jeovane Batista Belém, morador de Parauapebas que trabalhava como jovem aprendiz na mineradora Vale.

Jeovane é natural de Miranda do Norte-MA. Outras duas pessoas foram baleadas, porém, não correm risco de morte.

A equipe de reportagens conseguiu conversar com um irmão de Jeovane, que descreveu como ele acabou sendo morto.

“O fato ocorreu por volta de 00h40, a festa tinha começado a pouco tempo. Estávamos lá de boa, aí começou a confusão atrás da gente, acho que as pessoas estavam alteradas, não vi confusão nenhuma, viramos para trás, quando escutamos os tiros, começou a confusão e identifiquei meu irmão baleado. Ele chegou a correr, mas caiu logo depois. Uma ambulância estava no local da festa e deu atendimento para as outras duas pessoas baleadas. Tinham uns médicos lá que falaram que meu irmão já estava sem pulso e pediram para aguardar a polícia chegar para a retirada do corpo. Eu particularmente não vi nenhuma confusão, fui apenas tirar o pessoal e vi meu irmão baleado”, relatou o irmão da vítima que pediu para não ser identificado.

Perguntado pela reportagem se ele já tinha visto antes o homem que atirou na multidão e acabou matando seu irmão, ele afirmou: “Nunca tinha visto antes o atirador. Depois da confusão a polícia mandou parar a festa alegando que não tinha como dar segurança aos presentes”, relatou o irmão da vítima fatal, que veio do Maranhão para passar a virada de ano em Canaã dos Carajás.

A reportagem também entrou em contato com a Assessoria de Comunicação da Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás, que na oportunidade afirmou que as polícias Civil e Militar já estão investigando o caso, inclusive, seguem com a linha de que tenha sido um crime passional, onde uma mulher identificada pelo prenome de Thais seria o alvo. Ela foi baleada na região do pescoço, mas não corre perigo de morte. Um homem identificado pelo prenome de Eduardo também acabou sendo baleado e apesar de ter sido encaminhado ao hospital, passa bem.

Ainda de acordo com informações repassadas pela Ascom, as autoridades policiais já sabem a identidade do atirador, inclusive têm fotos dele, porém, para não atrapalhar as investigações, nossa reportagem não irá postar a identidade do acusado.

Ainda pela madrugada, o prefeito Jeová Andrade se pronunciou sobre o crime ocorrido na festa da virada em Canaã dos Carajás, confira na íntegra:

“Já teve tantos eventos grandes, com público até maior que hoje. Graças a Deus, nunca tinha dado confusão. Infelizmente aconteceu esse fato lamentável, que tirou o brilho da festa que tinha uma grande multidão pra divertir, comemorando a chegada do ano novo. Todas as festas, têm policiais, seguranças de apoio, Corpo de Bombeiros, Equipe do Trânsito, etc. Não faltou organização e nem segurança. Um evento aberto, falar que faltou planejamento, que faltou segurança! Em lugar nenhum do mundo tem segurança ou planejamento que possa garantir para alguém, que é 100% seguro. Que Deus abençoe e console à família da vítima”.

Através de nota, a Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Canaã se manifestou sobre o caso também pela madrugada:

“A prefeitura de Canaã dos Carajás lamenta profundamente o incidente ocorrido na madrugada do dia 1º de janeiro, durante o show da banda Os Barões da Pisadinha. Um elemento armado cometeu um atentado a tiros em meio à multidão e feriu gravemente três pessoas, sendo que uma delas acabou morrendo. A prefeitura reforça que a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, segurança particular e ambulância da rede municipal de Saúde estavam no local e cumpriam seus deveres, porém, tudo indica que o caso se trata de uma execução.

Para garantir a segurança de todos os presentes, o show foi interrompido. As autoridades policiais já estão investigando o crime. Em breve, mais informações sobre o caso”.

Do Portal Pebinha de Açúcar

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))