Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Ricardo Seidel denuncia que a prefeitura está chamando as mulheres para fazerem mamografia em uma máquina que não funciona

Em sessão na manhã de ontem (22), no uso da Tribuna, o vereador Ricardo Seidel fez a denuncia de que em pleno outubro Rosa fazem o chamamento, divulgam o serviço de prevenção, convocam todas as mulheres para fazer mamografia numa unidade móvel com depoimento em uma propaganda de funcionária do município afirmando que fez exame e com 7 dias recebeu o resultado. Mas de acordo com ele, é tudo mentira.

A Subseção da OAB (Ordem dos Advogados de Imperatriz) com sua responsabilidade social, disponibilizou um espaço e fez divulgação do serviço de exames gratuitos de MAMOGRAFIA, PAPANICOLAU e CONSULTA DE PELE feitos pela prefeitura, porém as mulheres que se dirigiram ao local encontraram uma maquina quebrada.

“E não é de hoje, depoimento de funcionários e pessoas que conversei na fila comprovaram que desde 2017 quem vai fazer exame só recebe uma requisição pra fazer o procedimento em outro local e até hoje não foram atendidas”, disse.

Conversando com mulheres na fila, Ricardo encontrou algumas com 04, 06 meses e outras com mais de ano tentando fazer o exame. A máquina do ônibus está quebrada há muitos anos e a outra fixa também está quebrada, fazendo com seja necessário fazer o procedimento em clínicas particulares.

Durante a sua fala o vereador fez um convite a todos os pares para irem até o local pois o ônibus se encontrava a 2 quarteirões, estacionado em frente a OAB, para que todos fossem visita-lo após a sessão.

“Se estiver consertado farei questão de parabenizar o prefeito, mas se não, trata-se de propaganda enganosa, farsa, mentira, lorota contada por esse governo, sendo que estamos no mês de outubro, que todos sabem é onde culmina o combate ao câncer nas mulheres, o que torna tudo isso, muito mais cruel e desumano. Estão se promovendo em cima de uma máquina quebrada”.

Após a sessão Ricardo foi até a OAB e para sua surpresa e após a denúncia, o ônibus não estava mais lá, como havia sido amplamente anunciado, nem voltou na parte da tarde. O vereador foi saber onde ele estava e o encontrou estacionado no pátio da secretaria de saúde. Lá, disseram que o veículo foi removido por conta de uma ‘queda de energia’. O edil voltou à OAB e perguntou sobre isso, onde lhe foi dito que não existiu oscilação, nem queda, nem falta de energia nenhuma. Ligou para a Cemar e teve a mesma resposta. O problema também não aconteceu nos quarteirões ao redor, ou em qualquer outro prédio próximo, nem na Câmara Municipal que fica na mesma rede.

“Mesmo que tivesse acontecido agora a tarde era pra estarem lá atendendo, mas preferem mentir nas redes sociais, na tv e no radio descaradamente. Gastam dinheiro público com propaganda, fazem dezenas de senhoras ficarem esperando no sol para realizar exames que não existem, quando na verdade é só para pegar uma ficha de requisição, agendamento para outro local, mas quando lá chegam a outra máquina também está quebrada, deixando assim que tem a dúvida da doença ou quer fazer a prevenção, sem diagnóstico. A prefeitura está conseguindo fazer o outubro Rosa perder a cor. A Saúde de Imperatriz está mesmo na UTI”, finalizou.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))