Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Queimadas: 50º BIS disponibiliza 180 soldados para atuar em Araguaína

Também está disponível para auxiliar nas ações contra crimes ambientais o disk denúncia 0800 258 0008

Após anunciar que Araguaína receberá a ajuda do Exército do Maranhão para combater as queimadas, a gestão municipal e o 50° Batalhão de Infantaria de Selva (sediado em Imperatriz-Ma) alinharam que 180 militares estarão disponíveis para atuar nos focos e em crimes ambientais na região.

O número foi acertado durante uma reunião na sexta-feira, 6, com o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, o coronel do Exército Lautier Barbosa de Azevedo, e representantes de 13 entidades locais.

Além dos soldados, o Exército também disponibilizou o disk denúncia 0800 258 0008 para as ações.

Este ano, a região de Araguaína teve registros de 182 atendimentos, sendo 90 na zona rural urbana, conforme o Corpo de Bombeiros. Além disso, desde a sanção da Lei n° 3.100/19, em 6 de maio, sobre a proibição de queimadas em determinadas áreas mais de 70 denúncias foram recebidas pelo município.

Operação

Em conformidade com o Decreto Presidencial n° 9.985/2019, a Operação Verde Brasil foi criada para planejar ações de prevenção e repressão a crimes ambientais, além do levantamento e combate a focos de incêndio.

O documento regulamenta o emprego das Forças Armadas nessa atuação de 24 de agosto a 24 de setembro. A Operação é dividida em duas fases, a do levantamento e combate a focos de incêndio e a do combate a crimes ambientais.

“Nossa área de atuação abrange 36 cidades do Tocantins e 45 do Maranhão. Estão fazendo reconhecimentos terrestres e aéreos e os principais problemas ambientais da região são a extração ilegal de madeira, a cultura de drogas e focos de incêndios”, disse o coronel do exército do Batalhão no Maranhão.

Fonte: Jornal do Tocantins

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))