Fone(99) 3525-1636

ZAP(99) 99168-5235

Contumaz: Polícia ainda sem pistas do autor do homicídio do Parque do Buriti

Agentes da equipe da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa-DHPP ainda não tem pistas que possam levá-los ao homem identificado por Weder Pitter da Silva Oliveira, 29 anos, acusado do crime de homicídio ocorrido na madrugada do ultimo dia 25, na Rua Dom Pedro II, Parque do Buriti, que teve como vítima Roger Amorim de Sousa, filho do Major Santos, do 3ª BPM.

O jovem Roger Amorim foi alvejado com tiros de pistola 380 na cabeça, ainda chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAM), mas veio a óbito quando deu entrada no Socorrão. Segundo o que foi apurado, Roger Amorim foi assassinado por engano, já que Weder o teria confundido com um homem que o ameaçou.

Weder Pitter tem várias passagens pela polícia. Em dezembro do ano passado ele foi preso por ter tentativa de homicídio, cuja vítima foi o próprio irmão, Jhone da Silva Oliveira.

Weder Pitter passou alguns meses na Unidade Prisional de Ressocialização de Imperatriz (UPRI) até a justiça decretar a revogação de sua prisão, em atendimento a defesa. Ele responde também processo por tráfico de droga e porte ilegal de arma.
Com esse chega a sete o número de homicídios em agosto, o de número 65 de janeiro até agora.

Quem conhecia Roger Amorim, que foi sepultado no fim da tarde de ontem, informou que ele era um jovem tranquilo e que nunca se envolveu com qualquer problema, e realmente ele foi confundido. Na ocasião, estava acontecendo uma festa, quando Weder Pitter chegou junto com outro homem e depois de um breve diálogo com a vítima efetuou os disparos, todos na cabeça. Em seguida fugiu tomando rumo ignorado e está sendo procurado pela polícia.

Fonte: O Progresso

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2020 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))