Estado do Maranhão tem crescimento expressivo em educação desde 2015, diz IOEB

Os números do Índice de Oportunidades da Educação Brasileira (IOEB) apontaram que o Maranhão obteve crescimento expressivo, na área da educação, desde 2015, com avanço significativo ao longo da série histórica (2015 a 2019). O estudo, que avalia a qualidade da educação básica – da educação infantil ao ensino médio, foi elaborado pela Comunidade Educativa Cedac, com base em dados oficiais tabulados pela consultoria Metas Sociais.

O IOEB é formado a partir da relação de dois grupos: insumos educacionais, ou seja, fatores essenciais para um bom resultado educacional e resultados educacionais, sejam eles de atendimento, de aprendizado ou de aproveitamento escolar.

O Maranhão saltou de 3,6 em 2015 para 4,4 em 2019, segundo dados publicados no portal do IOEB (ioeb.org.br). A média maranhense coloca o estado à frente de outras unidades que recuaram no índice, tais como: Espírito Santo, cuja média caiu de 4,7 em 2015 para 4,0 em 2019; Ceará, que teve queda de 4,6 (2015) para 4,1 (2019), e Paraná, que caiu de 4,9 em 2015 para 4,2. Também diminuíram a média Goiás e Minas Gerais.

Ao contrário de outros estados que não tiveram melhora expressiva ou até recuaram desde 2015, o IOEB do Maranhão cresceu a cada ano da avaliação, saindo de 3,6 em 2015 para 3,8, em 2017 e, em 2019, alcançou a média 4,4.

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão atribuiu o desempenho do Maranhão aos investimentos que o Governo do Estado vem realizando na educação desde 2015. “Trabalho coeso, liderado pelo governador Flávio Dino, e realizado por toda a nossa equipe. Uma educação pública de qualidade é possível e estamos no caminho certo”, enfatizou.

Felipe Camarão ressaltou que o avanço é resultado do programa Escola Digna, que tem como eixo de atuação o regime de colaboração com municípios com a construção de escolas, apoio ao transporte escolar, formação e assessoria técnico-pedagógica; pacto com as prefeituras municipais pela aprendizagem desde os anos iniciais da educação básica; expansão das escolas de tempo integral; melhorias dos ambientes escolares; valorização dos professores; acompanhamento das rotinas pedagógicas nas escolas; investimentos em formação continuada, entre outras. “Ações que colocam a educação como área prioritária do governo Flávio Dino, por ser o caminho para a melhoria da vida das pessoas”, concluiu.

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2018 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))