Polícia indicia suspeito de se passar por agente bancário e aplicar golpes

Em Araguaína, Norte do Estado do Tocantins, nove pessoas caíram em um golpe financeiro e tiveram prejuízos que somados pássam de R$ 50 mil. As investigações da 1ª Delegacia de Polícia apuraram o crime de estelionato contra as vítimas e na última segunda-feira, 12, ocorreu o indiciamento do suspeito, que não teve o nome divulgado.

Conforme o delegado Wilson Oliveira Cabral Júnior, responsável pelo caso, a investigação teve início após algumas vítimas denunciarem que haviam sido vítimas de golpe praticado pelo investigado. Ele agia oferecendo consórcios ou cartas de crédito contempladas, as quais estavam em nome de terceiras pessoas que ele sequer conhecia.

“As vítimas pagavam um ágio para o indivíduo, com a finalidade de adquirir as supostas cartas de crédito contempladas e, depois disso, sumia com o dinheiro das vítimas”, detalhou o delegado.

Ao todo, o suspeito teria conseguido pegar R$ 52.800,00 das vítimas e, inclusive teria ameaçado uma delas, que é advogada. “O autor entrou em contato com uma das vítimas, por e-mail, fazendo ameaças, inclusive se utilizando de uma montagem com a foto do perfil de seu whatsapp, afirmando que iria divulgar suas fotos no Facebook como estelionatária, caso continuasse com as acusações, pois ele teve conhecimento que a advogada e as outras vítimas tinham procurado a Polícia Civil”, explicou o delegado.

A Polícia Civil o indiciou por estelionato e coação no curso do processo. Também foram indiciados outros dois indivíduos também por estelionato, após evidências de que haviam participado dos crimes. O inquérito foi remetido ao Poder Judiciário.

Fonte: Jornal do Tocantins

®SISTEMA NATIVA DE COMUNICAÇÃO

© 2009-2018 RÁDIO NATIVA FM 99,5 - Todos Direitos Reservados. IMPERATRIZ-MA

((designer by AEHER))